Revisões literárias: a aplicação criativa de romances velhos (sécs. XV-XVII)

Engaste

por las vegas de granada

Primeyramente aueys de fazer a entrada em hũa preparação comedida, hũ reſpeyto obediente, hũa omenagẽ ſegura, hũa força ſogeyta: & tudo ſe remate em cõprimentos mays prolixos, & mays ſoltos que os de hũ caſtilhano. Exempro. Poys minha ventura quis, & tal aſsi: nã foy mays em minha mão, cem mortes he pouco pera. &c. Per maneyra  tomada a redea per eſtes termos, que ſam os elemẽtos deſta ſciencia mays incerta que Aſtrologia, podeis eſcaramuçar por las vegas de granada, com todas voas obrigações, a modo de petiçã, te chegar a poer ho conto da lãça em P.

Vasconcelos, Carolina Michaëlis de, “Estudos sobre o Romanceiro peninsular. Romances velhos em Portugal”, Cultura española, IX, 1908, pp. 95-96.

 

  • Espanhol
Autoria
Jorge Ferreira de Vasconcelos
  • Atribuída
1515
1585
  • XVI
Composição ou secção quadro

Comedia Eufrosina

[Chariophilo] As do senhor mil vezes

Dramático
  • Português
  • Espanhol
Não
Paródica
Obra

Comedia Eufrosina. De nouo reuista, & em partes acrecẽtada. Impressa em Coimbra. Por Ioã de Barreyra Impressor da Vniuersidade; Aos dez de Mayo. 1560, pp. 180-181.

  • Dramático
  • Português
  • Espanhol

Esta obra encontra-se disponível na coleção digital da Biblioteca Nacional de Portugal, http://purl.pt/12154 [24/07/2022].

Romance(s) de origem
0649 - El maestre, la reina y Barberín

Por la Vega đ Granada | vn Cauallero passea

Por la Vega đ Granada | vn Cauallero passea

  • Incipit
Não
Não