Revisões literárias: a aplicação criativa de romances velhos (sécs. XV-XVII)

Imprimir

Engaste

Edição diplomática do engaste

leuantey me hum ꝺia | lunes ꝺe manhana

Edição moderna do engaste

Levantei-me um dia | lunes de mañana

Edição diplomática do contexto do engaste

Feyti. E que cantigas cãtais. | Ama. A criancinha ꝺeſpida. | eu me ſam ꝺona Giralda, | ꞇ tambem, valme Lian, | ꞇ ꝺe pequena matais am, | ꞇ em Paris eſtaa Donalda. | Dime tu ſeña ꝺi | vamonos ꝺixo mi tio, | ꞇ leuademe p el rio, | ꞇ tambem Calbi a bi, | ꞇ leuantey me hum ꝺia | lunes ꝺe manhana, | ꞇ muliana muliana, | ꞇ nam venhais alegria. | E outras muytas ꝺeſtas tais | Feyti. Deytay no berço a ſenha | embalay ꞇ cantay a | veremos como cantais.

Fac-símile
Edição moderna do contexto do engaste

Feiticeira   E que cantigas cantais? | Ama   A criancinha despida | Eu me sam dona Giralda | e também Val-me Lianor | De pequena matais amor | Em Paris está don’Alda. | Dime tú señora di | Vámonos dixo mi tío | e Levade-me por el río | e também Calbi orabi | Levantei-me um dia | lunes de mañana | e Muliana Muliana | Nam venhais alegria. | E outras muitas destas tais. | Feiticeira   Deitai no berço a senhora | embalai e cantai ora | veremos como cantais.

Referência da identificação do engaste

Beatriz Mariscal de Rhett, La muerte ocultada. Romancero tradicional de las lenguas hispánicas (espãnol-portugués-catalán-sefardí), colección iniciada por María Goyri y Ramón Menéndez Pidal, XII, Madrid, Seminario Menéndez Pidal-Gredos, 1985, p. 7.

Fac-símile 
Idioma do engaste
  • Português
  • Espanhol
Notas ao engaste

1. O significado e funcionalidade deste engaste foram analisados por Teresa Araújo no estudo "O sentido de algumas evocações vicentinas a romances velhos" (in Portugal e Espanha: Diálogos e Reflexos Literários, Faro, Lisboa, Centro de Estudos Literários e Linguísticos e Instituto de Estudos sobre o Romanceiro Velho e Tradicional, pp. 57-59).

2. Para os restantes engastes romancísticos presentes neste enunciado, ver as fichas relativas a "Em Paris está don’Alda", "Vámonos dixo mi tío" e "Muliana Muliana".

Autoria

Autor do engaste
Gil Vicente
Tipo de assinatura do autor
  • Identificada
Ano de nascimento do autor
Desconhecido
Ano de falecimento do autor
1537
Século de atividade do autor
  • XVI
Notas sobre o autor

Composição ou secção quadro

Título da composição ou secção quadro

Livro segvndo, que he das comedias. Segue se o segundo liuro das comedias, & esta primeyra he repartida em tres cenas. Foy feyta ao muyto poderoso & nobre Rey dom Ioam o terceyro, sendo principe. Na era do Redemptor de M.D.XXI.

Incipit  da composição ou secção quadro

[Licenciado] En tierra de campos, alla en Castilla

Género literário da composição ou secção quadro
Dramático
Idioma da composição ou secção quadro
  • Português
  • Espanhol
Referência da edição moderna

Vicente, Gil, Comédia de Rubena, Centro de Estudos de Teatro, Teatro de Autores Portugueses do Séc. XVI, www.cet-e-quinhentos.com [21/02/2021].

Reelaboração discursiva do verso de origem do engaste
Sim
Reelaboração semântica do verso de origem do engaste
Paródica

Obra

Referência da obra

Copilacam de todalas obras de Gil Vicente, a qual se reparte em cinco livros. O Primeyro he de todas suas cousas de deuaçam. O segundo as comedias. O terceyro as tragicomedias. No quarto as farsas. No quinto as obras meudas. Imprimiose em a muy nobre e sempre leal cidade de Lixboa em casa de Ioam Aluarez impressor del Rey nosso Senhor. Anno de 1562, fols. XCIv-XCIIr.

Género literário da obra
  • Dramático
Idioma da obra
  • Português
  • Espanhol
Notas à obra

Esta obra encontra-se disponível na coleção digital da Biblioteca Nacional de Portugal, http://purl.pt/11494 [21/02/2021].

Proveniência textual do engaste

Título e IGR do romance
0080  - Muerte ocultada

Tradição Antiga

Verso do romance de proveniência
Incipit do romance de proveniência
Testemunhos antigos do romance
Posição do verso no romance
Tradição Moderna
Presença do romance na tradição moderna portuguesa
Sim
Presença do romance nas restantes tradições modernas pan-hispânicas
Sim
Notas sobre a tradição moderna